1761984767435335

O site da Só Cachorro utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

6 Maneiras Infalíveis para Melhorar a Convivência Entre Cachorros na Mesma Casa

6 Maneiras Infalíveis para Melhorar a Convivência Entre Cachorros na Mesma Casa

Você tem mais de um cachorro em casa e deseja saber como fazer para melhorar a convivência entre eles?

Claro que isso depende muito da personalidade dos cachorros, mas com algumas técnicas você pode fazer com que a convivência entre eles seja mais harmônica e amigável.

Em casa nós temos três fêmeas vira-latas que se dão bem entre si, algumas melhores do que outras.

A Mel e a Ivy sempre foram muito amigas.

Mel (a da esquerda) e Ivy (da direita)

Eu e meu namorado morávamos com nossos respectivos pais em casas próximas, e costumávamos passear com elas juntos.

Como a Ivy veio antes da Layla e sempre foi muito boazinha, assim como a Mel, nunca tivemos nenhum problema entre elas.

Nenhum conflito, briga ou estranhamento entre as duas até hoje.

Com a Layla foi um pouco diferente.

Ela conviveu um pouco menos com a Mel antes de virmos morar juntos, e a Layla é um cachorro mais “complicadinho” como já relatei aqui e aqui.

Quando eu passava os finais de semana na casa do meu namorado e levava as duas, a Layla queria dominar a cama dele.

Com a Ivy ela tem zero ciúmes, mas com a Mel, que era a moradora da casa em que ela estava, quando se aproximava para subir na cama ela rosnava, como se estivesse dizendo: “essa cama é minha e não tem espaço para você”.

Só que não passava disso. A Mel subia mesmo assim, afinal ela é muito da paz e sabia que a cama, na verdade, era dela (na verdade não era de nenhuma das duas, era do meu namorado!).

Com esse jeito pacífico da Mel, e o jeito da Layla de “ladra mas não morde”, não tivemos nenhum conflito sério entre as duas nessa época.

Quando fomos morar juntos e levamos as 3 conosco, a história mudou um pouco de figura, apesar de nunca ter chegado a nenhum extremo.

A Mel precisa ter o espaço dela, então não deita na caminha das outras.

Logo que nos mudamos, os pais do meu namorado trouxeram uma cama grande para a Mel, já que ela é a maior de todas.

Quando colocamos a cama no chão, a Layla deitou e praticamente falou “é minha!”.

Tentamos tirar dela e chamar a Mel para mostrar que a cama era dela, mas a Mel não queria.

Não sei se porque ficou o cheiro da Layla, ou se ela queria uma cama maior, afinal depois ela se deu bem e ficou com a cama de casal de um quarto que temos sobrando em casa.

A partir daí a Mel nunca deitou nessa cama, que é dividida entre a Ivy e a Layla hoje (essas duas dividem tudo e o que não falta é caminha aqui).

Até aí tudo bem. Mas a Layla é irritante no passeio, se estressa e late bastante, e isso irrita a Mel.

Quando passa algum bicho e a Layla “surta”, latindo sem parar, já aconteceram alguns estranhamentos entre as duas onde a Mel, bem maior que a outra, joga ela no chão mordendo o pescoço, como um “cala a boca”.

A Layla é “bocuda” e às vezes dá uma leve revidada, latindo de volta na cara da Mel.

Outro fator de irritação entre as duas é o ciúme, que acontece das duas partes.

A Layla rosna quando está na nossa cama e a Mel aparece querendo subir, e isso a intimida. Muitas vezes a Mel deixa de vir na cama para não entrar em conflito com a baixinha, mas às vezes ela quer muito, sobe na cama mesmo assim e a Layla não faz absolutamente nada.

Por outro lado, a briga mais feia entre elas aconteceu quando eu estava no computador, e a Mel apareceu querendo carinho. Eu estava concentrada e não a notei. Depois chegou a Layla, e também não percebi.

Quando eu realmente me toquei que elas estavam lá, a Mel já estava em cima da Layla com a boca no pescoço, e não soltava.

Ficou assim por mais ou menos 30 segundos, e a gente tentando separar, até que ela soltou.

Nenhum dano à Layla, só o susto e o “saco cheio” da Mel, que costuma estar sempre tranquila e fugir de brigas.

Temos apenas histórias desse tipo, mas nunca uma chegou a machucar realmente a outra.

Acredito que ocorram duas disputas entre elas, uma pela liderança e outra por ciúmes da gente.

Mas sinceramente, não é algo que acontece com frequência e não nos incomoda. No dia a dia elas são muito tranquilas entre si, não tem nenhum conflito ou briga. Aprenderam a conviver juntas e sabem que nosso amor por todas é gigante.

A Ivy e a Layla sempre moraram juntas e são inseparáveis. A Ivy é a líder das duas, apesar de ser menorzinha e mais fraquinha. Ela sabe se impor, até mesmo para cachorros grandes que tentam “subir” nela para cruzar. Ela não deixa mesmo!

A Layla (à esquerda) e a Ivy (à direita)

A Layla é uma babona para a Ivy, sempre se joga no chão em posição de submissão, e nas brincadeiras ou pequenos conflitos a Ivy sempre “ganha”. A Layla só quer lamber a “irmã”.

Eu não tenho ideia de como a Layla ficaria sem a Ivy, pois ela nunca ficou sem a outra e tem uma verdadeira idolatração por ela.

Mas de forma geral, convivência entre todas é tranquila.

Com machos, por incrível que pareça, a Layla é bem mais relaxada.

Há alguns dias apareceu um vira-lata aqui em casa pedindo comida, e agora ele come, dorme e passa quase o dia inteiro aqui, o Wally.

A Layla foi a que mais o aceitou, fica toda ouriçada quando ele aparece querendo brincar e lamber.

A Ivy no começo tinha medo, já que ele é bem maior que ela, e não chegava perto. Agora já está acostumando e fica perto sem problema.

A Mel, como sempre muito receptiva, aceitou numa boa mas não fica indo atrás igual a Layla.

Agora que já contei para você um pouco do comportamento das minhas cachorras, vou passar algumas dicas que com certeza tornarão a convivência entre seus cães muito mais amigável.

Dicas para melhorar a convivência entre cachorros na mesma casa

1) Atenção Igual

Dê atenção igual ou parecida para todos. Se você der muito mais atenção e carinho para um dos cachorros, é natural que os outros fiquem com ciúmes e isso pode ir gerando pequenos conflitos, até virar algo maior.

2) Atenção simultânea

Quando estiver fazendo carinho em um e o outro chegar junto, dê atenção aos dois ao mesmo tempo falando e passando a mão em ambos.

Isso fará com que eles percebam que os dois são importantes e que não precisam disputar nada com o outro para receber atenção.

3) Petiscos para Todos

Se der petiscos para um, dê para todos. Mesmo que os outros não estejam vendo você dar petisco para apenas um, eles são animais com olfato muito apurado e vão sacar na hora que chegarem perto do outro que ele ganhou algo gostoso, pelo cheiro. Estas pequenas coisas quando acontecem com frequência, podem gerar um conflito desnecessário mais para a frente. Então quando quiser dar um petisco ou qualquer prêmio, chame todos para perto de você e vai dando um a um, falando seus nomes no momento em que for dar o prêmio. Assim todos ganham e não gera ciúmes desnecessário.

4) Não se meta nos conflitos

A não ser que seja uma briga muito feia, nunca interfira quando eles se estranharem. Os cachorros sabem se entender entre si, e não existe cachorro suicida ou assassino. Só vai dar algum problema maior se for algo realmente excepcional, como um ou ambos os cachorros com sérios problemas de agressividade. Se não for esse o caso, geralmente eles se resolvem sozinhos sem que precisemos ficar interferindo, tentando separar ou brigando com eles por causa do desentendimento.

5) Passeie com eles juntos

Quando os cães estão passeando na rua, cria-se uma dinâmica diferente entre eles.

Por mais que tenham conflitos entre si, na frente de outros cães a tendência é que eles ajam como uma matilha (um grupo com vários cães) e atuem juntos.

Mesmo que seus cachorros não reajam negativamente a outros animais na rua, só deles estarem juntos passeando já cria a sensação de união, e isso vai ajudar muito na convivência dentro de casa também, fazendo com que eles se sintam parte da mesma matilha, família, grupo.

Além disso, uma ótima forma de introduzir um novo cachorro é fazer com que eles se conheçam, primeiro, na rua, no passeio, antes que o novo membro entre na casa.

Os cachorros ficam bem mais vulneráveis e menos territorialistas fora de seu ambiente habitual, e com isso você consegue introduzir facilmente qualquer animal em sua casa. Faça-os interagir, cheirar e brincar lá fora, e depois para colocar para dentro será bem mais simples.

6) Aja naturalmente

Se você quiser colocar um novo cachorro em casa e tem um “complicadinho” como a Layla, além da dica acima para começar pelo passeio na rua, você deve agir naturalmente, e os seus atuais cachorros devem entender e sentir que não importa para você o que eles pensam, a casa é sua e o novo cachorro VAI ficar por lá (mesmo que temporariamente).

Se você agir naturalmente, seus cachorros vão entender que eles não tem escolha e terão que aceitar.

É claro que podem surgir pequenos conflitos no começo, ou algum cachorro não querer chegar perto, ficar com ciúmes, rosnar.

Aí você volta para as dicas acima onde eu falo que você deve deixá-los se entender sozinhos, sem se meter.

Com o tempo de convivência eles vão se acostumando com a presença do novo membro, e ele passará a se tornar parte da matilha.

Vira-e-mexe nós recebemos aqui em casa aos finais de semana a Lobinha, que é a vira-lata dos meus sogros.

Nas primeiras vezes que ela ficou aqui, a Layla rosnava e não chegava perto.

Nós agimos exatamente da forma que falei nas dicas acima, primeiro elas interagiram no passeio e depois a Lobinha entrou em casa.

Também não nos metemos entre as duas, deixando que elas se conhecessem e resolvessem qualquer problema sozinhas.

Desta forma, hoje a Lobinha sempre fica aqui, passa 2 ou 3 dias seguidos e vai embora para a casa dela, e a convivência é extremamente tranquila, elas brincam e ficam juntas o dia todo.

A Layla entendeu que ela não tem escolha, nós é quem escolhemos como será em nossa casa.

Acredito que com estas dicas você pode aplicar e melhorar muito a convivência entre os cachorros em sua casa.

Comente abaixo se você tiver mais dicas!

Envie seu comentário

pub-2951464373183024
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE