1761984767435335

O site da Só Cachorro utiliza cookies. Saiba mais sobre nossas Políticas de Cookies clicando aqui. Ao navegar você concorda com a sua utilização.
Saiba mais sobre os cookies em nossa Advertência Jurídica e Políticas de Privacidade

Como Proteger o seu Cão do Calor Excessivo no Verão

Como Proteger o seu Cão do Calor Excessivo no Verão

Pulgas, carrapatos, desidratação, queimaduras e até mesmo desconforto gastrointestinal estão no auge da lista de problemas que afetam nossos cachorros durante o verão. Por isso, criamos essa lista para você poder se precaver.

Cuidados com os cachorros no verão

  1. Fornecer uma alimentação balanceada

Cuidados com os cachorros no verão

Assim como nós, humanos, os cachorros também sofrem de desconfortos gastrointestinais se estiverem se alimentando de forma inadequada.

Desta forma, é necessário resistirmos à tentação de oferecer a eles todas aquelas guloseimas e comidas cheias de sódio para mantê-los em um estilo de vida mais saudável.

Com uma ração de primeira linha o seu cão poderá receber todos os nutrientes que precisa para permanecer forte e saudável, principalmente em tempos de calor excessivo.

Uma alternativa para usar em casos de exceção é, em dias de muito calor, oferecer um sorvete próprio para cães que é vendido em petshops, ou até mesmo dar uma pedra de gelo ao cachorro para ele lamber e se refrescar.

2. Não deixar o cão molhado

Cachorro verão

O contato com a água, tanto em brincadeiras ao ar-livre quanto na prática de exercícios pode fazer com que o cachorro fique com a pelagem úmida, o que aumenta drasticamente o risco de problemas de pele, já que os microrganismos aproveitam esse ambiente quente e úmido para se proliferarem.

Para garantir que seu cachorro não corra este risco, sempre que notar que ele está com o pelo úmido ou molhado lembre-se de secá-lo com um secador, em temperatura baixa e alguns centímetros de distância dos pelos para não queimá-lo.

3. Verifique com o veterinário se a tosa é o ideal para o seu cachorro

Tosar cachorro verão

Se o seu cachorro for muito peludo, uma boa ideia é tosá-lo nessa época do verão para que sinta menos calor.

Porém, antes de o fazer é preciso que você consulte o veterinário para garantir que a tosa é mesmo necessária em seu cão.

Isso vai depender da raça ou tipo de pelagem do cachorro, além de outros fatores.

Alguns cães estão mais propícios a queimaduras solares, portanto nestes casos os pelos são uma forma de proteger a pele.

Ao mesmo tempo, com menos pelos pode-se controlar melhor a infestação de pulgas, carrapatos e outros parasitas, e até mesmo controlar as dermatites.

Por isso é fundamental que consulte o veterinário para saber qual a melhor indicação ao seu cachorro, se o ideal é tosar, ou não.

4. Troque mais a água do cachorro

Cachorro calor excessivo

No verão, é imprescindível que você troque a água do seu cachorro no mínimo 3 vezes ao dia.

Não apenas para manter a água sempre limpa, mas também para oferecê-la mais fresquinha e geladinha. Se para nós, humanos, uma água gelada faz toda a diferença no calor, imagine para os cachorros como não é refrescante!

5. Utilize o horário a seu favor

Cães muito calor

Esta é uma das dicas mais importantes e que pode evitar muitos problemas para o seu cachorro no verão.

Evite a exposição deles ao sol naqueles horários onde a radiação solar é mais forte, entre 10:00 e 16:00.

O certo é que sair com eles no começo da manhã ou ao final do dia, quando o sol está mais fraco e com menos radiações.

Porém, mesmo em horários alternativos, é importante proteger as patas do cachorro para que ele não tenha contato com o solo no caso deste estar quente.

Jamais passeie com o cachorro no asfalto, calçada, etc sem nenhuma proteção nas patas e com o solo quente. Se você não conseguiria andar descalço naquele piso quente, o cachorro também não.

6. Deixe o cachorro mais confortável em casa

Mesmo dentro de casa, é importante ficar atento se o cão está confortável.

O ideal é que ele passe a maior parte do dia em locais amplos, abertos ou com boa ventilação.

Se necessário, ligue o ventilador ou o ar-condicionado em uma temperatura mais branda.

Também é possível encontrar em petshops tapetes e coletes gelados para auxiliar na diminuição da temperatura corporal do cachorro, mas é importante que consulte o veterinário antes de utilizar o acessório.

7. Medique o seu cachorro adequadamente

Após uma consulta com o veterinário, você saberá se o seu cachorro deve ser vermifugado ou vacinado.

Geralmente, é recomendado que o cachorro seja tratado com um antipulgas preventivo, já que no verão o aumento de infestação por parasitas ocorre, principalmente em regiões de campo, natureza e praia.

Como saber se você deve se preocupar com seu cachorro no calor?

Cachorro cansado do calor

Alguns sintomas indicam que o cão está sofrendo os efeitos do calor excessivo e necessita de um atendimento médico.

Nos cachorros, a situação é alarmante quando eles ficam com a língua de lado, caída, com respiração difícil e ofegante, excesso de salivação e andar cambaleante.

Fique atento também a sinais de vômito, diarréia e falta de energia.

Mantenha seu cão saudável durante todo o verão e dias de calor para que ele tenha uma vida mais feliz!

Fonte: UOL

Envie seu comentário

pub-2951464373183024
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE